Endereçamento do Depósito! Qual tipo é o seu?

1280px-Modern_warehouse_with_pallet_rack_storage_system - artigo

Para visitar um amigo, caso você não saiba onde ele more, naturalmente você pedirá o endereço e alguns pontos de referência para facilitar a localização.

Caso possua um GPS, basta pedir o Código do Endereçamento Postal (CEP) da casa para chegar de forma rápida e segura até a rua onde ele mora. Assim também como ocorre com o carteiro para localizar o imóvel (residencial ou comercial) para entregar a encomenda.

Agora imagine só, se não existissem os endereços e o CEP?!! Como achar uma casa em uma cidade? Esta cidade com 1 ou 2 ou 5 ou 10 ou 20 milhões de habitantes!!!??

Pense como seria difícil nossa vida…

Adotanto a mesma linha de raciocínio, ao trabalhar com estoque, você precisará guardar a mercadoria, além disso, deverá movimentá-la para melhor ocupação do espaço, contá-la durante um inventário, retirá-la para carregar um veìculo e por ai vai. Mas ai te pergunto, como você saberá onde estará com espaço vago? Como você saberá onde está a mercadoria para contá-la ou movimentá-la?

Para realizar o controle de estoque é necessário que o depósito, almoxarifado ou armazém possua um sistema de endereçamento para localização das mercadorias. Pois a dificuldades serão as mesmas de uma cidade, claro que em proporções bem menores…

Pensando nisso, existem quatro tipos de sistemas de endereçamento conhecidos no mercado, são eles:

Sistema de endereçamento por memórias: trata-se do sistema mais simples. O estoquista tem que decorar onde é que estão todos os produtos. Simples assim! Quando alguém solicita algo, ele já sabe de cabeça onde está e ainda sabe se tem saldo disponível. Esse é o cara!! Este tipo de sistema geralmente é aplicado a pequenos estoques, ou seja, locais onde o mix e o volume sejam baixos e com uma pessoa sob supervisão. A grande desvantagem deste sistema é o tal do “SE”. SE o funcionário esquecer, SE o funcionário não for trabalhar, SE o funcionário sair de férias, SE, SE e SE…

Sistema de endereçamento fixo: trata-se da localização padrão para um produto no estoque. Independente se há saldo ou não do produto, o seu espaço está reservado. Sempre que o fornecedor entregar a mercadoria, esta será sempre armazenada no mesmo local. A grande desvantagem deste sistema está relacionado à capacidade de armazenagem contra a quantidade estocada, pois se zerar o estoque, o espaço ficará vazio e sem como utilizá-lo. Caso a comprar acima do normal, ultrapassará a capacidade. Trata-se da velha discussão sobre a gangorra! Ora encima, ora embaixo!

Sistema de endereçamento rotativo: neste caso, nenhum produto tem espaço cativo no depósito. Se possui saldo de estoque, então estará em algum endereço. Caso contrário, não ocupará espaço algum. A grande desvantagem deste sistema está na atualização constante do endereço do produto. Para isso, pode recorrer a soluções em sistemas informatizados (software) para controlar o estoque, pois torna-se completamente difícil memorizar a posição atual do produto no estoque..

Sistema de endereçamento misto: compreende a junção dos sistemas de endereçamento fixo e rotativo. O produto poderá, simultaneamente, posuir um espaço fixo e, de acordo com volume estocado, possuir endereços rotativos. Trata-se de um sistema muito robusto para atender às mais diversas situações e necessidades logísticas. A grande desvantagem deste sistema é bem similar ao sistema rotativo: atualização constante do endereço do produto. Mais do que nunca, deve-se utilizar um sistema informatizado (software) para o controle do estoque.

À medida que a empresa ganha maturidade e melhora seus controles internos, o seu sistema de endereçamento vai sofisticando. Geralmente segue a sequência: primeiro o endereçamento por memórias, em seguida o endereçamento fixo, e por fim utilizam o endereçamento rotativo ou misto.

Manter o estoque organizado e endereçado reduz os índices de avarias, inversões e faltas de mercadorias, aumenta a produtividade na armazenagem, movimentação e expedição das mercadorias. São muitos os ganhos…

Apure os resultados! Você irá se surpreender…

Por Anderson Alves
Prática Logística
contato@praticalogistica.com.br

Baixe agora o Guia Gratuito: 28 práticas essenciais da operação logística

paperbacklandscape_800x525

5 Comments

  1. Qual a data de publicação do texto? Estou precisando para fazer a referência de um trabalho onde utilizei esse texto.

  2. Pessoal por favor, alguém poderia me dizer qdo este artigo foi postado? Qual ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *